Resultados de pesquisa

Translate

Pesquisa

Pesquisa personalizada

Pesquisa

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Viena


Hoje vamos começar a nossa viagem a Viena!
Mas antes vamos colocar o mapa da cidade com as diferentes linhas de metro, o mapa do metro e o mapa do S-Bahn.
Muito se tem escrito sobre esta linda cidade da Europa Central, no entanto nunca é demais descrever uma das cidades mais glamorosas e românticas do mundo, para todos aqueles que um dia sonham em vê-la de perto!
A partida para esta viagem começou em Lisboa através da TAP, esta nossa transportadora pode estar financeiramente em maus lençóis, no entanto não existe nada mais agradável que sermos transportados pela nossa gente!
Quando chegamos ao Aeroporto de Viena , fomos ao balcão das informações para comprar o Viena Card e o bilhete de comboio (S-Bahn) para Viena Centro, por todo o aeroporto as indicações são bem visíveis para quem chega pela primeira vez.
O Aeroporto de Viena fica a 18Km da capital, existem vários meios de transporte, no entanto os mais baratos são os ferroviários, o CAT e o S-Bahn.
O CAT leva 16min, e faz o percurso apenas até à estação de metro de Wien Mitte (linha U3 e U4), o S-Bahn - linha 7 (S7) leva 25min e passa também por Wien Mitte com destino à estação de Floridsdorf.
O CAT é mais caro, mas mais rápido e com a vantagem de no regresso se poder fazer o check in na estação de Wien Mitte e poder viajar a partir desta estação sem malas, a TAP é uma das companhias que possibilita fazer assim.
O S-Bahn é mais barato e leva um pouco mais de tempo, mas foi por este meio que optamos uma vez que chegamos ainda bem cedo a Viena.
Não esquecer que a zona de transporte do aeroporto sai fora da área principal do centro de Viena, por isso terão de comprar um bilhete por pessoa para poderem ir até à estação de Wien Mitte, nessa estação terão de comprar outro bilhete para poderem circular na área central da cidade.
O Viena Card tem a vantagem de dar alguns descontos em inúmeras atracções e com ele vêm 3(três) bilhetes de 24horas para o metro, podendo também ser utilizado em autocarros e eléctricos, sendo da mesma companhia, assim comprámos o S7 e depois na estação de Wien Mitte mudamos para a linha U4 e começamos a utilizar 1(um) dos bilhetes de 24Horas.
Não esquecer!"Devem validar sempre os bilhetes nas máquinas para o efeito" antes de entrarem no comboio ou em qualquer outro transporte, no caso dos bilhetes de 24horas, devem validar apenas a primeira vez, e ter em atenção a hora a que validam.


O nosso primeiro hotel foi o Renaissance Wien Hotel, é um hotel fantástico, com um ótimo pequeno almoço, quartos espaçosos e um atendimento de primeira.
Este hotel não fica no centro de Viena mas a opção teve a ver com o facto de estar muito perto de uma das mais importantes atracções de Viena, o Palácio de Schonbrunn
(em alemão, Schloss Schönbrunn), conhecido também como o Palácio de Versalhes de Viena, aqui viveu Leopoldina de Habsburgo, a primeira Imperatriz do nosso país irmão, Brasil.
Agora algumas fotos deste magnifico monumento!
Palácio de Schonbrunn
O Palácio e a cidade!
Jardim do palácio com a Gloriette ao fundo
Uma foto diferente!

A cidade é toda ela um postal de arte, não só pela existência de inúmeros palácios como também pela beleza na construção de outros edificios, os seus monumentos estão divididos pela cidade e esta situação pode ser uma dificuldade para quem não faça um plano da viagem, uma vez que a arte foi colocada em vários palácios por toda a cidade!
No centro de Viena existem vários monumentos que são imperdíveis, uns são palácios, outros foram transformados em museus, dos quais eu destacaria o Museu de História de Arte (Kunsthistorisches Museum) o Museu de História Natural (Naturhistorisches Museum), e o Museu do Tesouro Real, este ultimo encontra-se no Palácio de Hofburg.
Museu de História de Arte
Museu de História Natural

Estes dois museus estão em frente, um do outro com o monumento construído em honra da Imperatriz Maria Teresa ao centro.
Falando na Imperatriz, realço aqui a importância de ler a sua página, uma vez que foi esta senhora que iniciou o império dos Habsburgo.
É no interior do Palácio de Hofburg que estão alguns dos principais museus, tais como os Apartamentos Imperiais, a Colecção Imperial de Prata, a Escola de Equitação e o Museu da Sissi.
A Escola de Equitação funciona apenas em determinada altura do ano, por isso procurem se no vosso período de férias têm espectáculos.
Palácio de Hofburg entrada pela Heldenplatz
Palácio de Hofburg entrada pela Michaelplatz
Por esta porta vamos encontrar o Tesouro Real!

Aqui vou dar-vos a minha opinião relativamente á compra de bilhetes para estes locais.
A nossa preferência foi para o Palácio de Schobrunn e algumas visitas dentro do Palácio de Hofburg, estes locais estão sempre repletos de pessoas em longas filas, por isso optámos por comprar online o Sisi Ticket, a compra é simples e não tivemos problemas, depois da compra faz-se a impressão do bilhete e com o monograma que está impresso no bilhete vão-se abrir electronicamente algumas portas!
Ainda no que respeita à compra ou reserva de qualquer coisa, devo dizer que relativamente à reserva de Hotéis, o Booking é um site fantástico e nunca tivemos problemas, aconselho fazerem primeiro o registo para depois poderem seguir as vossas reservas.
Ao visitarem o Palácio de Schobrunn não se esqueçam de visitar o Jardim Zoológico que fica no jardins do palácio, é simplesmente fantástico e será um dia bem passado!
O Panda - Símbolo do Zoo

A estação de metro onde deverão descer para visitarem o Palácio de Schobrunn é Schobrunn - Linha U4.
Agora vamos falar no Palácio de Belvedere, local de grande romantismo, dividido pelo Belvedere Inferior e Belvedre Superior, este ultimo alberga "O Beijo" o quadro mais famoso do pintor Gustav Klimt.
Palácio de Belvedere
Palácio de Belvedere

Para chegarmos ao Palácio Belvedere devem apanhar o eléctrico D em frente ao monumento da Opera de Viena (Wiener Staatsoper) na avenida Opernring e sair na paragem com o nome de "Schloss Belvedere", existem outros meios mas este eléctrico pára mesmo na lateral do palácio, e claro, tem outras paragens onde podem entrar nele!
Falando no edifício da Opera de Viena, é falar num dos mais lindos monumentos desta cidade, a visitar!
Opera de Viena (Wiener Staatsoper)

Nos vossos passeios pela cidade irão encontrar um monumento do qual Viena se orgulha, ele é a Catedral de Santo Estevão (Stephansdom).
Catedral de Santo Estevão (Stephansdom)

A catedral fica na Stephanplatz, local de grande movimento de turismo, onde as pessoas desfrutam dos cafés, pastelarias restaurantes... enfim um mundo!
Viena não tem apenas arte de palácios, existiram também alguns artistas que desenvolveram uma arte diferente, como é o caso da "Hundertwasserhaus", uma arte do tipo Gaudi, nos dias de hoje os apartamentos foram comprados ou alugados, mas existe uma área de turismo em que a arquitectura se pode ver, é curioso ver esta diferente construção.
Para chegarem aqui deverão apanhar o eléctrico nº1 no "Ring", descemos na paragem de "Hetzgasse" e continuamos a pé pela Rua Loweng (na direcção do eléctrico), vão ver logo à esquerda a referida casa.
Hundertwasserhaus

Como dizia à pouco, Viena tem também outras atracções: as compras, o divertimento, a sociabilidade e claro a comida! enfim!! tudo aquilo que vos passar pela imaginação se encontra nesta cidade.
Vamos começar pelos últimos "a comida", este foi o nosso restaurante preferido,é um local muito típico e apresenta este bife maravilha!podem dizer que é um simples bife, mas tentem fazer em casa e depois digam se ficou como este!
Se pretenderem ir não se esqueçam de reservar ou ir bem cedo, pois é um local que tem sempre fila na porta.
O famoso Schnitzel do Figlmuller

Existe também o Restaurante Zwolf-Apostelkeller.

Para quem preferir comer num dos locais mais típicos de Viena terá de ir ao Naschmarkt, é um mercado diferente, lá poderão ver e comer de tudo um pouco e coisas diferentes, o mercado fica próximo da Karlplatz, uma praça onde se encontra a Igreja de Carlos.
Naschmarkt
Igreja de Carlos
Igreja de Carlos

Continuando na vontade de comer!!! vamos falar sobre aquelas iguarias que nestes dias ninguém deixa de lado, elas estão espalhadas pela cidade, por todas as "Pastelarias"ou"Conditorei" em alemão, são um perder a cabeça, tudo feito com muito requinte, não têm muito açúcar e são essencialmente à base de frutos silvestres, na Avenida Kartner Strass existem umas pastelarias muito boas, mas entrem na Demel ou no Hotel Sacher, neste ultimo terão de provar a Sacher Torte, é uma delícia!
Sacher Torte

Estas tentações estão também nos mais charmosos locais de Viena, locais onde os vianenses passam grande parte do seu tempo de lazer, locais que fazem parte à muitos anos da cultura e da vida social, não só de Viena mas da Áustria em geral.
São os seus cafés, existem imensos pela cidade mas vamos deixar aqui alguns dos que mais nos encantaram.
Alguns destes cafés já foram em tempos edifícios da nobreza, hotéis por exemplo estão hoje em autênticos palácios, vejam o exemplo de 3 luxuosos hotéis de Viena que vale a pena entrar para ver, Grand Hotel de Viena, Hotel Imperial, Hotel Sacher, não fiquem à porta!entrem!pessoalmente não temos razão de falta de simpatia por parte dos austríacos, se vos questionarem sejam sinceros e digam que vão ver o hotel, que viram na Internet e que sempre tiveram curiosidade em vê-lo de perto, por vezes são eles que nos levam a ver o hotel, em Viena nunca tivemos a sensação de que alguém fosse desconfiado, é uma cultura da simpatia e do bem receber, sempre muito educados e gentis, claro que poderá haver alguma excepção mas connosco foram sempre muito amáveis.
As compras é claro! não podia faltar na agenda e aqui existem fantásticos locais, Mariahilfer Strabe, Karntner Strabe, Graben, Kohlmarkt, são algumas das avenidas e ruas onde podem gastar os euros!
Quanto ao divertimento, têm de conhecer o Prater e no seu interior o Museu da Madame Tussaud, e a discoteca, para chegarem ao Prater devem descer na estação de metro "Praterstern" (linha U1 e U2).
Riesenrad - Roda Gigante

As noites em Viena são sempre muito vividas e animadas, entre o edifício da Câmara (Rathaus) o Burgtheater, há sempre muitos espectáculos, barraquinhas com comida e bebida, eles colocam um ecrã gigante no Burgtheater e projectam filmes, ópera, dança, muito giro passear por lá nas noites de verão.
O divertimento acontece também no rio Danúbio, numa ilha chamada "Donauinsel" neste local existem vários bares e é muito agradável.
Donauinsel á noite

Para chegarem até aqui deverão descer na estação de metro "Donauinsel" na linha U1.
Nesta estação verifiquem bem as indicações de saída!
Os bares ficam junto ao rio, existe uma saída da estação mesmo junto aos bares, por debaixo da ponte, penso que é de elevador,se não saírem nessa porta vão sair num passeio na parte de cima, viram à esquerda, o rio vê-se em baixo, começam a andar mas não se devem afastar do rio, vão ter de descer em direcção ao rio numa saída à direita antes de chegarem a uns edifícios.
Viena é uma capital do Rio Danúbio, assim muitos turistas fazem o passeio da praxe, a saída dos barcos faz-se na Schwedenpltz através da DDSG.
Ficámos um pouco desiludidos com o passeio, o barco navega maioritariamente em águas de canal, quase no final da viagem abrem-se umas comportas, o barco entra numa eclusa, a água desce ou sobe e então o navio passa a navegar por pouco tempo no Rio Danúbio.
Deu para entender que são mais uns barcos cozinha do que propriamente para observar lindas paisagens, ao logo do passeio o que se observa é deprimente, nada a ver com a linda Viena! Vendem muitos bilhetes com direito a comerem no barco, então o cheiro a comida é bastante intenso e desagradável, mas enfim para quem nunca entrou numa eclusa, talvez!!!! mereça o dinheiro.
Aqui entra o barco!


A água da imagem anterior vai subir até passar da comporta que se vê nesta figura, fazendo subir o barco e permitindo assim que a água do canal fique ao mesmo nível da água do Rio Danúbio, e assim ser possível navegar no Rio.
Água ao mesmo nível

Como já referi, os barcos atracam perto da Schwedenpltz, esta praça fica perto do centro, podemos ir a pé até à Catedral e até as principais ruas de Viena, sem carros, onde se pode passear à vontade.
Nesta praça o alojamento foi no Hotel Capricorno, não é um hotel tão bom como o primeiro mas tem outras vantagens, fica muito bem localizado, no centro, e muito perto do rio, tem Internet grátis que para alguns é ótimo e as pessoas são simpáticas.
Nesta praça existe uma estação onde pára o Vienna Ring Tram, é um eléctrico amarelo que circula pelo Ring, como o nome indica é um anel, de avenidas e ruas à volta do centro de Viena, se verificarem no Google, as avenidas e ruas em volta do centro todas terminam em "ring", o bilhete para este transporte pode ser comprado online no site acima, e levarem já o bilhete, connosco deu certo.
O nosso bilhete foi o de 24horas, com este bilhete podem subir e descer as vezes que entenderem, em qualquer estação do seu itinerário durante esse período.
Neste transporte vão ter uma melhor noção da cidade, aconselho a utilizarem este meio de transporte e pouparem um bilhete de 24horas do metro.
No eléctrico, durante a viagem, vão poder ouvir algumas descrições à medida que vão passando por diversos locais, mas atenção este eléctrico não pertence aquelas empresas que dão voltas pela cidade, é mais barato e circula apenas à volta do centro de Viena, que basicamente é onde todos os turistas andam!
Tram Ring

Bom! Estou certo que muito fica por dizer desta pérola da Europa, no entanto foi aquilo que se viveu e sentiu! Quem visitar Viena irá adorar e querer voltar um dia, o que se vê em Viena é tudo aquilo que gostaríamos de ter sempre por perto, não falo apenas do que é elegante e belo, do que é animado e divertido, mas principalmente dos princípios e cultura de um povo "civilizado".

"Viajar é muito mais que ler um livro"












terça-feira, 23 de agosto de 2011

Salzburgo - St Gilgen - St Wolfgang - Hallstatt


Salzburgo! Cidade de Mozart!
Esta cidade fica apenas a 2:45 se viajarem no comboio mais rápido "RJ", tal como em Portugal a tipologia do comboio define o tempo de duração da viagem, e o "RJ" é dos mais rápidos.
Se viajarem para Salzburgo deverão apanhar o comboio na estação de Westbahnhof, a estação é muito grande, tem dois pisos, no rés do chão existem os mostradores de partidas e chegadas e algumas máquinas para compra de bilhetes, no 1ºandar existem vários locais onde poderão comer e beber algo, é este piso que tem saida para as plataformas de embarque com os diversos comboios nas linhas, de realçar que em frente a cada linha poderão verificar no mostrador o tipo de comboio que está na linha e o destino do mesmo.
Os bilhetes poderão ser comprados online no site empresa, no entanto a nossa compra foi efectuada nas máquinas existentes na estação, a compra poderá ser feita com cartão, é muito simples basta fazerem com cuidado as escolhas, de ida, regresso, numero de pessoas e destino.
Relativamente a esta questão gostaria de dar a minha opinião, fruto desta compra!
Quando se efectua a compra na máquina, não permite efectuar reserva de lugares, quem compra pela primeira vez não pensa que esta situação possa vir a ser uma grande desvantagem, mas nesta estação existem vários motivos para que isso aconteça.
Viena movimenta imensos turistas, que sabendo da sua central localização, planeam as sua viagens para outros países visinhos, o meio de transporte mais utilizado é o comboio, então será facil deduzir que este meio está sempre super lotado.
Depois de entar no comboio começamos a ver algumas pessoas a procurarem os seus lugares e foi aí que despertamos para uma situação que poderia ser bastante desagradável, já tinhamos as malas colocadas no local e poderia haver a possibilidade de termos de levantar e andarmos naquele jogo de um lado para outro, a questão iria colocar-se também noutras estações de passagem.
A certa altura entra um rapaz, diz que um dos nossos lugares é o dele mas como viu que era um casal optou por não separar e tomar outro assento,foi de uma grande gentileza de facto.
Na compra online poderão fazer marcação de lugares, no entanto se não optarem por este meio de compra, poderão facilmente fazê-lo nos balcões da estação.
Se me permitem um concelho, deverão ir com alguma antecedência, pois estes locais poderão ter grandes filas para compra.
Nós por exemplo fomos no dia anterior, a estação de metro de saída tem o nome de "Westbahnhof", a ida foi mais para ver onde ficava a estação de comboio e aproveitamos a compra nas máquinas, de facto foi bom ir um dia antes, tínhamos a ideia que os comboios partiam da própria estação de metro mas verificamos que a estação fica do outro lado da rua, é um edifício grande, tem umas letras grandes para referenciar.
No regresso de Salzburgo já não viemos ao acaso!
Na estação pagamos mais alguma coisa e já entramos com os lugares marcados.
Verifiquem o site da empresa, aqui poderão também ver os horários e os vários tipos de comboio.
Voltando a Salzburgo! Esta cidade é de facto lindíssima, o nosso Hotel, embora não muito central, mas perto de tudo, após uma linda caminhada, ficava perto da estação de comboios e da rent a car Avis, razões pelas quais foi o escolhido.
As ruas desta cidade são todas muito pitorescas, a sua catedral é muito bonita assim como a fortaleza, esta ultima tem uma vista linda sobre a cidade e deverão utilizar o funicular que se encontra por traz da catedral para chegar até ela!
A primeira coisa que vimos foi o Palácio de Mirabel e os seus jardins, através dos quais se consegue ver ao fundo a Fortaleza de Hohensalzburg.
Jardim do Palácio de Mirabel com a
Fortaleza de Hohensalzburg
Palácio de Mirabel
Fonte no Palácio de Mirabel
Fortaleza de Hohensalzburg
Fortaleza de Hohensalzburg
                                                        Praça da Catedral
Arcos de passagem para a Catedral
Praça da Catedral
Catedral
Hotel Sacher
Rua em Salzburgo

A passagem por Salzburgo levou-nos também a visitar outros locais, que não só por ficarem relativamente perto, são locais que ninguém deverá perder se um dia visitarem Salzburgo, pela sua beleza única e romantismo das suas paisagens!
Os locais são St Gilgen, St Wolfgang e Hallstatt, todos estes paraísos mostram a sua beleza reflectida no lago "Wolfgangsee"
Já anteriormente falei na Avis, isto porque foi nessa rent a car que levantamos o carro que nos levaria a estes locais, a reserva foi efectuada directamente no site da Avis e não tivemos problemas, devo dizer que o site da Avis permite pagar logo ou depois, nós optamos por depois e correu tudo bem.
Ter um carro nesta situação é o ideal, as estradas são óptimas, bem sinalizadas, os austríacos são super cuidadosos a conduzir, ao longo de muitos quilómetros existe sempre alguma coisa, casas, muitas bombas de gasolina, supermercados, enfim, não existem troços de estrada solitários!
Antes de continuar devo referir uma situação relativamente ao levantamento do carro!
Conduzir um carro numa outra cidade, ainda mais numa cidade de outro país pode ser um problema!
Sabendo isso, na noite anterior, fizemos o percurso a pé do hotel até à "Avis" e voltei ao hotel, isto para saber o itinerário e não me perder, uma vez que no dia a seguir teria de regressar ao hotel para colocar as malas! no entanto foi em vão, e aqui vai o meu conselho!
Devem fazer o que eu fiz, mas tenham a certeza por onde vão voltar de regresso, porque o que se passou foi que a Avis tem um parque de viaturas logo ao lado da loja, existe inclusive uma cancela, e quando eu no dia retirei o carro fui logo direccionado para uma outra direcção, depois devido aos sinais, que alguns eram de obrigatoriedade foi de facto um desastre e um quebra cabeças para voltar ao hotel.
Por isso a minha dica é: 1º Devem ir de dia á rent a car; 2º Falando com a rent a car ficam a saber onde é o parque; 3º Verificam por onde vão sair do parque e tomam essa direcção, fazendo todo o trajecto que o carro irá fazer.

O primeiro local que vão encontrar é St Gilgen, local pitoresco onde nasceu a mãe de Mozart, tem como principal atracção a montanha Zwölferhorn, a qual pode ser acessível através de um teleférico.
Tudo aqui é um postal!

Rua em St Gilgen

O segundo local é St Wolfgang, também um local de sonho, com casas lindas, passeios a beira do lago, artesanato diferente e uns habitantes muito simpáticos.
A principal atracção aqui é o "Schafberg Railway", o nosso era vermelho e fez-nos retroceder a uma viagem de muitos anos, vão observar lindas vistas de encantar.

Aqui tal como em St Gilgen, tudo o que nos rodeia é absolutamente deslumbrante.
St Wolfgang
O nosso Hotel

Museu e Restaurante
Museu do Brinquedo
Restaurante






St Wolfgang by night

Relativamente a St Wolfgang vou fazer referência aos parques de estacionamento.
Foi sempre uma duvida para mim, saber onde iria estacionar o carro, teria de ser um local se possível próximo do hotel e com uma boa segurança, uma vez que iria dormir naquela noite em St Wolfgang.
Ora bem! St Wolfgang tem bastantes parques de estacionamento, a maior parte são descobertos, alguns pertencem aos hotéis, portanto é uma situação a ver quando fizerem a reserva, no entanto encontrei um parque coberto e passo a explicar.
Ao chegarem a St Wolfgang vêm um túnel que permite ser atravessado e vai ter a este parque de estacionamento, quando se sai do túnel aparece logo do vosso lado direito ,ou então se não quiserem entrar logo directamente pelo túnel, seguem em frente, do vosso lado direito vêm logo um descoberto, se continuarem em frente vão entrar pelo inicio da cidade foi o que nós fizemos até encontrar-mos o nosso hotel, se continuarem em frente vão passar pelas ruas que já coloquei e irão encontrar o final do tunél e o parque.
O parque vale a pena!Fica coberto, é daqueles que tiram o bilhete e no fim validam na maquina, pagando, e depois de colocarem o bilhete na maquina da cancela podem sair,uma noite foram 8€.

Fim do túnel!Parque á direita

Bom está na hora de ir para Hallstatt, é o ultimo local mas não menos importante uma vez que este paraíso na terra é tão somente Património Mundial da Unesco.
Aqui ficamos de "boca aberta", por tão maravilhoso local, aproveitem e passeiem bastante ao longo do lago, comprem um frasquinho de sal, uma vez que o sal foi durante muitos anos o sustento deste local.
Aqui existem também muitos parques, todos eles fora da aldeia, uma vez que em Hallstatt só entra com carros quem ali vive.
Aqui, as atracções são o funicular e as minas de sal, aproveitem e visitem algo que não existe em muitos locais! Vão de certeza ficar contentes por terem vivido estas duas atracções.
Se alugarem um carro como nós e tiverem de o entregar nesse mesmo dia a determinada hora, tenham em atenção que visitar a mina de sal demora algum tempo, por isso não se atrasem nestas visitas.

           Funicular                      Túnel da mina de Sal
      Hallstatt                                 Hallstatt
Túnel de Hallstatt

                                      Hallstatt


Hallstatt é o paraíso!

Foi aqui neste paraíso que terminou a viagem aos Alpes, espero que tenham gostado de ler e de ver alguns dos locais mais fantásticos do mundo!
Nada do que eu possa escrever consegue espelhar a realidade e a beleza de uma paisagem das quais o nosso planeta se deverá orgulhar de possuir, terão de ver de perto e assim confirmar a calma e o sossego desta pérola da Áustria!
Boa viagem!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visitantes no Site

PlanetaPortugues

Snap Shots

Get Free Shots from Snap.com